Pais separados e lealdades.

Quando um casal se separa e tem filhos em comum, o seu papel de mãe e pai continua e manter-se-á pela vida fora.

A presença de ambos é imprescindível ao desenvolvimentos harmonioso dos filhos. Cada um, pai e mãe, terá o seu feitio, as suas regras, a sua forma própria de ser, mas esta diferença também existiria se o casal conjugal se mantivesse. Assim, os filhos aprendem a lidar com essas diferenças de igual forma, porque amam ambos igualmente.

“Quem se separa é o par amoroso, o casal conjugal. O casal parental continuará para sempre com as funções de cuidar, de proteger e de prover as necessidades materiais e afetivas dos filhos… Costumo afirmar que o pior conflito que os filhos podem vivenciar, na situação da separação dos pais, é o conflito de lealdade exclusiva, quando exigida por um ou por ambos os pais.” (Féres-Carneiro, 1998, p.387).

Não cabe aos pais o julgamento um do outro, nem cabe aos pais esperar a lealdade dos filhos em exclusivo apenas a um deles. Os filhos não devem ter que fazer escolhas, pois foram os seus pais que se escolheram para assumir esse papel para consigo, assim, não tendo acontecido nada que justifique o contrário (abandono por um dos pais, maus tratos, negligência, …) é natural e expectável que os filhos gostem de ambos em igualdade de circunstâncias, e como tal sejam leais tanto ao pai como à mãe, não devendo existir interferência dos adultos neste sentimento.

Só assim é possível que o desenvolvimento dos filhos seja harmonioso e equilibrado, porque têm a liberdade de expressar e nutrir os seus sentimentos e emoções.

Alexandra Alvarez, a vossa Terapeuta Familiar e de Casal.

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: