Terapia de Casal – porquê?

Na maioria das vezes pensa-se em terapia de casal como uma terapia que pode ajudar o casal num momento difícil da sua relação. Quando o casal sente que o seu relacionamento está a falhar.

E de facto, esta terapia é a maior ferramenta que pode ajudar a impedir que isso aconteça. 

Mas sem dúvida que a terapia de casal pode ser um recurso preventivo, para os casais que querem prevenir uma crise profunda na sua relação. Sentindo que há diferenças que os levam a confrontos dolorosos, pensam em apoiar-se no espaço da terapia, e no terapeuta como facilitado do processo.

Conversar sobre as diferenças. (re)Construir a relação.

O espaço da terapia passa a ser sentido como um espaço mágico porque se torna um espaço seguro para discutir questões que, quando tratadas apenas pelo casal, podem tornar-se em mau humor e recriminação. A sensação de que não somos ouvidos há muito tempo impede de ouvir o outro.

Para além disso, o casal que está em terapia, quando as crises se aproximam tende a recorrer mentalmente às sessões, como ponto de apoio, e relembrando o que se fala tenta alterar o seu comportamento com vista à conciliação. 

O terapeuta facilita a participação de cada um, e que cada pessoa consiga dizer o que sente, simpatizando com ambas as partes, sem tomar nenhuma delas, sendo imparcial. 

A terapia torna-se um canal diplomático seguro, longe da atmosfera conflituosa da vida doméstica. 

O terapeuta pode ajudar o casal a ver que por trás da raiva de uma pessoa muitas vezes está a dor e uma história de desespero. Ou pode tornar alguém ciente de como é receber um silêncio hostil ou uma inquisição controladora. 

A voz gentil e sábia do terapeuta começa a ser adotada pelo casal, que começa a intuir o que ele diria em determinada situação, e assim, mesmo sem o terapeuta passa a ser possível que em momentos de crise comecem a ser ditas coisas importantes e gentis entre o casal.

Quem faz terapia fica mais capacitado para a relação e para adotar comportamentos e atitudes construtivas. Começa a ser mais fácil colocar-se no lugar do outro e ser empático com o seu sofrimento, desejando adotar atitudes que facilitem a conciliação.

Artigo inspirado em materiais da School of Life.

Alexandra Alvarez, a sua Terapeuta Familiar e de Casal.

Contactos: 911 846 427 I trilhosfamiliares@gmail.com

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: