Quando digo ao outro a minha vontade tudo muda!

Por instinto, no amor, somos muito propensos a amuar, a ficar amuados. Ninguém gosta de reconhecer isso, mas a verdade é que é um impulso quase universal. O factor que nos conduz a esse mau humor é a convicção problemática  do amuado sobre o amor.

O amuado é dominado pela ideia de que ser amado é ser compreendido pelo outro em toda a plenitude. Mas isso não é assim.

O parceiro que amua queria falar do seu dia, das dificuldades que encontrou, mas o outro não compreende e fala de outros temas. De outra vez estavam numa  festa, um pronto para sair e ir para casa, por cansaço, e o outro divertido e a conversar com outros convidados. Um faz um pedido de compras, e o outro compra coisas diferentes, gastando mais dinheiro do que o outro supunha. 

O conjunto destes desencontros alimenta os amuos e o mau feitio. Falhou a comunicação em que um dissesse ao outro exatamente o que pretendia, ao invés de achar que o companheiro teria a capacidade de ler a sua mente e o compreender intuitivamente.

É preciso que as intenções e os sentimentos sejam explicados. Pode ser doce e romântico achar que o outro nos compreende plenamente, mas o amor não é uma visão mágica do outro. Para que exista entendimento tem que existir explicação e comunicação, sendo fundamental perceber que fomos claros e que a nossa mensagem foi recebida pelo outro.

Amuar afasta a possibilidade de comunicar e estarmos abertos ao outro. Não apoia o entendimento e agrava o equivoco. Assim, não se feche no seu canto, não traga o orgulho para a relação e não se apoie nas expectativas da relação ideal. Essa é a sua relação, essa é a pessoa com quem partilha a vida, então apoie tudo o que faz no amor, na comunicação e na comunicação, e também na comunicação.

(Artigo inspirado em materiais da School of Life)

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar e de CasalI Agendamentos pelo 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: