Sem à vontade com o outro.

Muitas vezes apercebo-me de desconfortos nas pessoas por nāo conseguirem dizer ao outro aquilo que sentem, ou aquilo que acontece, ou aquilo que verdadeiramente acham que deviam contar.

O que impede que esta partilha exista sobretudo com aqueles que são mais próximos? De onde vem essa falta de intimidade ? O que transmitem os outros que impedem essa partilha?

E já agora, o que sentirāo os outros se souberem desta falta de à vontade?

Diria que parte dessa reserva justifica-se por isso mesmo, pela intimidade que faz prever as reações do outro, e quanto mais desagradável for a sensação que se supõe vir a ter do outro, maior é o evitamento que pode acontecer.

Às vezes dizem-me que não tem que ser por falta de confiança, mas sim porque se prevê uma sensação desagradável pela critica do outro, pela qual não se quer passar.

No entanto, para o outro poderá ser “lido” e sentido como falta de confiança, o outro pode sentir que essa previsão sobre a reação que pode acontecer é muito redutora, quase como um chavāo, que é dificilmente aceitável e classificado como inaceitável.

Entāo sou levada a pensar sobre o que falta na relação para que existam questões que se podem tornar tão enigmáticas entre pessoas que sāo tāo próximas, o que impede que a pessoa seja aceite como é? O que faz que se evitem situações que são admíssiveis para o próprio, mas que ele sente que para o outro, com quem partilha a sua intimidade, não o são, ao ponto de serem consideradas inaceitáveis.

Estamos a falar do medo de contar “coisas” pelo medo da reação de incompreensão.

Isto passa-se consigo/convosco? Como podem ultrapassar este medo juntos? Que mudança é necessária em cada um?

Na noção de relação deve estar sempre presente que pode não ser possível chegar a um acordo em tudo, e nesse caso, é treinando novas formas de reação, novas formas de acolhimento do outro e das suas diferenças, que se pode chegar a uma construção de relação mais confortável para todos.

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar e de Casal / email: trilhosfamiliares@gmail.com / @alexalvarez5

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: