O meu filho contraria as regras lá de casa…

 

mãe_galobom Muitos pais vivem angustiados pela dificuldade em verem respeitadas as regras lá de casa pelos seus filhos. Procuram as minhas consultas porque em conjunto querem encontrar soluções que sirvam a todos.

Especialmente, na fase da adolescência, esse conflito consome muitas energias às famílias que ocupando-se destas questões sentem que perdem as forças e a sua capacidade de se fazerem respeitar.

– E quando sentem que isto começou?

– Pois, isso acentuou-se nos últimos dois anos, mas possivelmente já começou lá atrás, com pequenas coisas …

– E que regras são essas que sentem que não são respeitadas?

YM1A4615
Espaço Be.Live

– De arrumação do seu quarto, de participarem nas atividades da vida diária, de uso do telemóvel a toda a hora, de horários…até podia dizer mais…

Esta impotência de não se fazerem ouvir cria então um conflito um mal estar geral, que a todos atinge.

O jovem porque não entende qual o “drama”, os pais porque já disseram milhões de vezes como esperam que as coisas acontecem e nada muda.

– Os meus pais estão sempre a implicar comigo, às vezes até parece que procuram as coisas más…eu não me recuso a fazer, mas acho que não tem que ser feito logo – é muitas vezes o que os filhos dizem em sessão.

Da minha experiência tenho sentido que além do desfasamento de expectativas entre o que os pais querem e o que os filhos priorizam,  ainda há a questão da dimensão do tempo, do tempo de fazer e do tempo das coisas acontecerem.

O que eu costumo refletir é que de facto na imensidão de tarefas necessárias cumprir haverá umas mais importantes que outras. Definir em conjunto as que são fundamentais para o bem estar de todos será um ponto de partida, outras terão que entrar no campo das cedências, pois as pequenas arrelias só vão atrapalhar a relação. Ser permissivo em relação ao quarto dos filhos pode ser uma possibilidade, e não sê-lo em relação às áreas comuns.

Depois há os horários. Como foi comunicada a importância de determinadas coisas acontecerem num determinado horário? Falar sobre as implicações do não cumprimento pode ajudar a desenvolver a perceção da sua importância.

Escolher momentos em que todos estejam para falar destas desarmonias pode ser fundamental e fazer a diferença.

Veja como pode funcionar na sua família!

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar I Agendamentos: 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: