Que se treine o elogio em família! Deixo o desafio!

cropped-mc3a3e_galobomEm sessão há sempre um momento particularmente difícil para as famílias. É o momento em que eu lanço a pergunta:

– Que qualidades reconhece que o seu familiar tem?

As pessoas, cada um de nós, estão muito mais aptas para enunciar o que é negativo. Quando pedimos um aspeto positivo por vezes instala-se um silêncio difícil de perceber … afinal aquelas pessoas vivem umas com as outras e treinam tão pouco o elogio, o reconhecimento, as palavras boas e positivas.

Diapositivo1.JPG

A falta de palavras para definir as qualidades do outro pode ser esmagador, tal como o é os segundos que acompanham o silêncio que se instala na sessão.

 

E que diferente seria se o fizessem, porque, sem dúvida, o elogio, o reconhecimento, as palavras boas e positivas têm um poder de aproximação, união e pertença extraordinário.

É impossível resistir.

Que se treine o elogio em família! Deixo o desafio!

 

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar e de Casal I Agendamentos: 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: