Educar é amar e cuidar.

cropped-mc3a3e_galobom Muitas vezes os pais, enquanto educadores, sentem -se cansados porque não são ouvidos pelos seus filhos, mas ainda assim continuam a fazer o que sempre fazem. Despendem energias e tempo a pedir que sejam realizadas tarefas julgadas necessárias e a tentar estabelecer regras que raramente veêm cumpridas.

Os filhos continuam a não fazer e a não cumprir por perceberem que as coisas acabam por ser feitas por alguém: muitas vezes, pelos pais ou um irmão mais expedito, ou por uma avó que também anda lá por casa, ou até pelos próprios pais.

Muitas explicações, muitos pedidos, muitas partilhas de opinião, que não são efetivos. Pedir a opinião no entender das crianças e jovens significa que podem fazer ou não, e as contra argumentações deixam os pais sem espaço para a tal “negociação” acabando por terem que se incomodar mais do que gostariam.

E assim, os pais acabam por esquecer que o principal já foi feito há algum tempo atrás, quando começaram a educar os filhos e a transmitir -lhes valores sobre a vida em família e na sociedade, e esquecem-se que o modelo esta lá,

os filhos sabem e reconhecem o seu papel, agora é só pôr em marcha. Caso contrário eles vão sempre quer tirar vantagem.

As tarefas em casa ajudam à construção da autonomia das crianças e jovens, ao assumir de responsabilidades e no assumir de funções para o bem da vida familiar.

Não serão precisas por isso muitas explicações e muito menos ainda compensações. Será algo que faz parte da organização da vida diária._MG_2104_pp copy

As energias que muitas vezes são arrasadoras para o ambiente familiar,  podem facilmente ser diminuídas se o adulto estiver presente na tarefa a desenvolver, pode até criar-se um espaço interessante para um momento diferente em que, enquanto se faz a tarefa, se pode aproveitar para falar de como correu o dia, fazer uma partilha, comentar algo. Muitas vezes a presença e a tarefa partilhada pode ter um efeito reparador inesperado.

Assim, converta o tempo de zanga num tempo de crescimento a(e)fetivo.

Quando se envolve todos, todos ficam envolvidos e motivados. Vamos lá a isso!

 

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar I Contacto: 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: