Oh pai! Mas os meus amigos têm…

cropped-mc3a3e_galobom A decisão sobre a altura certa e de que forma o filho passa a ter uma mesada é algo que deve ser ponderado e analisado pelos adultos da casa e entre estes e os filhos.

As crianças e os jovens muitas vezes pensam que o dinheiro é algo fácil de obter, sobretudo numa geração em que os pais não querem que nada falte aos filhos, fazendo muitas vezes com que esta ideia de facilidade financeira seja alimentada.Mas a verdade é outra e sim, é de pequenos que se deve aprender a lidar com a verdade. É importante explicar aos filhos o conceito de cartão multibanco, cartão de crédito, poupança e racionalidade nos gastos, a fim de que as crianças não julguem que a utilização dos cartões, por exemplo, é inesgotável, e isso é no quotidiano que se pode ir abordando.

xana_riso.jpg

Ensinar que no supermercado um artigo semelhante pode ter uma variação de preços que convém verificar, aproveitar campanhas, e ir despertando as crianças e os jovens para um uso racional dos valores será uma forma.

Muitas vezes os filhos têm uma noção irreal das verdadeiras possibilidades dos pais, o que não é desejável que aconteça, mas tal só é possível se certas abordagens forem acontecendo. Não é que os filhos participem na gestão financeira da família, mas sim que vão participando em diálogos em que as opções de consumo se falam.

Chega o dia em que se ouve: Oh pai os meus amigos já todos têm uma mesada… e isso significa que vale a pena abordar e pensar o tema.

Perceber o que a criança ou jovem entende por mesada, onde gostaria de aplica-la, e construir um orçamento é um passo importante.

Por vezes há a tendência de retirar a mesada se as notas escolares não forem positivas, contudo essa não será uma opção favorável, pois não contribui para a inclusão da criança uma vez que são aspetos distintos, no entanto, caso as notas sejam muito positivas a transmissão da ideia de que pode existir um complemento extra pode ter um fator muito positivo nesta aprendizagem.

Fazer escolhas, gerir dinheiro e equilibrar o orçamento é muito importante para o desenvolvimento da responsabilidade dos filhos. A mesada é uma boa forma de permitir este treino.

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar I Contacto: 911 846 427

 

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: