Saber pôr em causa e pormo-nos em causa

cropped-logo_final.jpg  Na família, tal como em qualquer relação, é muito fácil dar por si a dizer qualquer coisa como:

  • Imagina que ele está impossível, não faz nada do que lhe digo…
  • Está na fase da palermice, não se aguenta
  • Qualquer coisa e grita
  • Não, nem percebe…já não vale a pena
  • Achas? já nem perco tempo, ela quer ter sempre razão!!!

xana_riso.jpg

Como se fosse detentor da razão…o problema é sempre ele ou ela, nele ou nela…e onde fica quem vê o problema no outro?

Sim, isso mesmo, estou a falar de si! (provoquei-lhe um sorriso, confesse)

É verdadeiramente fácil considerar que o outro é que é incapaz, ou está numa fase ou não está disponível e não pensarmos naquilo que nós próprios fazemos ou não e que também influenciará o nosso interlocutor.

Assim pôr em causa é bom desde que não perca a capacidade de se pôr em causa a si próprio também, afinal já alguém dizia que para dançar o tango são precisos dois!

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar, Parental e Conjugal

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: