A Avó Amélia veio para ficar!

logo_final As famílias têm elementos que pertencem ao antes, os avós, e de repente quando os de agora, os filhos e netos, são chamados a apoiar os que pertencem ao antes, às vezes a estrutura ressente-se porque a rotina é desafiada com novas circunstâncias que exigem tempo, disponibilidade, afetos, trocas e sobretudo que cada um dê de si, mais do que habitualmente já dá…e ás vezes é difícil porque cada um sente que já está a dar o máximo!

( relato da Ana)

– A mãe do António, a Amélia, tem 86 anos e de facto quando teve a queda em casa, no último fevereiro, ao tropeçar num tapete, receávamos que a recuperação fosse difícil e foi…não só foi difícil como neste momento é quase impossível.

A recuperação da fratura que sofreu no fémur foi adiada pela osteoporose e a Amélia perdeu a marcha e ficou imobilizada. Não tendo outros apoios acabamos por decidir que seria melhor trazê-la para nossa casa mas efetivamente não tem sido fácil.

A Beatriz, a nossa filha de 13 anos, cedeu o quarto à avó e ela e o Tiago, o nosso filho de 15 anos, ajudam nas refeições à hora do almoço, mas a avó não facilita…embora com eles ainda coma qualquer coisa.

As nossas rotinas tiveram que se ajustar, e começamos a sentir pressões, decisões que passámos a ter que tomar, acompanhamentos que para serem feitos nos retiram tempo a nós e à família, e depois há a minha mãe…também vive com o meu pai que está acamado e também exige apoio…

me_passe

(relato do António)

– Sim, estamos a discutir mais…sinto-me sem paciência…a minha mãe parece um bebé, não come nada do que lhe damos, e depois a minha mulher não entende porque passou tempo a preparar os alimentos…no outro dia estava tão zangada que despejou a comida toda no lixo…

Até já foi buscar que qualquer dia também traz os pais dela cá para casa para eu ver como é!!!

Ouça trabalho imenso, chego tarde, sei que temos que ser uns para os outros e a minha mãe em tempos também nos apoiou nos cuidados aos miúdos, agora é a nossa vez…e a Ana não entende…

Alexandra Alvarez I Terapeuta familiar, parental e conjugal
não se deixe sufocar! faça o seu agendamento – telefone: 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: