E nas dependências? Viver ou sobreviver!

cropped-logo-trilhos.jpg

  • Dra. Alexandra Alvarez o meu irmão Pedro continua com os consumos, é álcool, é haxixe, e eu já não sei como podemos resolver. Ele diz que está disposto a fazer um tratamento. Da última vez esteve seis noites sem aparecer em casa.
  • Pedro, é assim como o seu irmão diz?
  • Sim Dra. , eu sei que tenho sido difícil, e também sei que tenho que parar.
  • E o que está disponível para fazer?
  • Quero fazer um tratamento. Na última noite que dormi na rua, acabei por me envolver em desacatos, e acabei ferido.
  • O que se passou?
  • Dra. quando se está na rua o nosso instinto fala mais alto. É uma luta pela sobrevivência.
  • É isso que sente?
  • Sem dúvida!
  • Manuel soube deste incidente?
  • Sim Dra., telefonaram-me do Hospital a meio da noite. Eu fico logo alarmado, à espera do pior, e disseram-me que o meu irmão tinha sofrido golpes profundos no tórax. E eu tenho esperança que isto contribua para ele ver o perigo em que vive.
  • Pedro tem noção que sobreviver é diferente de viver?

_MG_2104_pp copy

  • Sim tenho! E eu QUERO VIVER!
  • E a família como sente esta decisão?
  • Seria o melhor que nos aconteceria, porque também nós QUEREMOS VIVER. As opções do meu irmão também nos limitam a nós família, também nos impedem de avançar e despreocupar. A sua doença afeta todos, os meus filhos, a minha mulher, os meus pais, os nossos amigos, fora aqueles que já desistiram de apoiar o Pedro!
  • Pedro tem noção que tem uma tarefa árdua pela frente?
  • Sim tenho, mas quero dar o meu melhor. Quero sair disto!

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar, Parental e Conjugal

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: