O síndrome de deixar para o outro aquilo que pode ser feito por nós!

logo_final Sim hoje é quinta e sim esta é a sua rubrica “Detesto Rotinas”!!!Hoje apetece-me falar de muitas coisas, mas como, eventualmente, isso seria confuso, vou falar apenas de uma: O síndrome de deixar para o outro aquilo que pode ser feito por nós!

Não são raras as famílias em que um dos seus elementos se queixa que invariavelmente há certas atividades que recaem sempre sobre si. Quando eu começar a enumerar não se riam, vão-se identificar com algumas, eu sei, umas porque vos calham a vocês na rifa, outras porque são as que deixam para o alguém. Preparados? aí vai uma extensa lista:
– encher o jarro de água que está no frigorifico porque quando chega a sua vez está a um dedo de se ver o fundo;
– reforçar o doseador do sabonete liquido porque os anteriores já lhe misturaram tanta água para não o terem que fazer que quando chega a sua vez de tomar duche só saem bolhas de espuma;
– ir fazer uma sanduíche de queijo e a caixa estar no frigorifico apenas com aquela apara de gordura que ninguém quer, a não ser o cão, e mesmo assim sem o veterinário saber;
– no único dia que precisa de andar de carro, mal liga o motor já tem a luz da reserva de combustível acesa;
– vai tirar um prato da máquina e repara que ela está cheia de louça suja, com o compartimento com detergente, mas ainda ninguém ligou o on;
– apetece-lhe mesmo aquela bolacha que comprou ao fim do dia, agarra no pacote e para sua surpresa de facto é só mesmo o pacote, as bolachas já são passado e decerto transformaram-se em bolo alimentar;
– quando vai colocar algo no lixo o saco está tão cheio que é impossível que não o tenha que ir colocar no contentor;
– acabou de lavar a casa de banho e pensa ir tomar o seu duche. Legitimo. Enquanto vai buscar a toalha já alguém está a tomar o duche no seu lugar.

mudanca

E poderíamos elencar um sem número de situações que deixam qualquer um de cabeça perdida!!!

– Estou farto de dizer que não pode ser!
– Estou cansada que isto me aconteça a mim!
– Calha-me sempre fazer isto!!!

Pois, é um facto, mas a verdade é que as queixas que se fazem não surtem efeito, pois não é por nos queixarmos que a situação deixa de ocorrer, tornou-se um hábito e uma constante nas nossas relações.

O que podemos então fazer de diferente? Como poderemos criar outras realidades?

Aceitamos propostas*****

Alexandra Alvarez I Terapeuta Familiar, Parental e Conjugal
Consultas em Alvalade, Clinica Biuti, em horário de fim de tarde ou sábados de manhã. Agendamentos pelo TM 911 846 427

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: