Efeito Borboleta ou A Teoria do Caos

logo_final Na teoria do caos há a alusão ao efeito borboleta. Efeito que simbolicamente (alegoria demonstrativa) representa o caos através da expressão de Edward Lorenz “o bater de asas de uma borboleta no Brasil pode desencadear um sequência de fenômenos meteorológicos que provocarão um tornado no Texas”.

No filme alusivo ao tema, o personagem principal, através de uma capacidade sobrenatural que desenvolveu, ensaia diversas versões da sua vida e das suas relações com quem lhe é mais próximo, sobretudo, a mãe, a amiga de quem é apaixonado, e outros dois amigos.

Nesse ensaio percebe que de acordo com as opções que realiza em dado momento as mesmas impactam diretamente na alteração da versão inicial. Ou seja, a nossa vida é desenhada a cada segundo de acordo com o “lápis” que temos na mão. Se utilizarmos uma opção diferente teremos seguramente um desenlace diferente!

 

 

 

É nisto que a Teoria do Caos difere da Teoria do Cosmos!

Alexandra Alexandre I Terapeuta Familiar, Parental e Conjugal

Publicado por Terapia Familiar e de Casal - Alexandra Alvarez

Olá, sou Alexandra Alvarez, mãe de 5 filhos, terapeuta familiar e de casal, formadora e supervisora. Faço consultas com famílias e casais para "fazer acontecer" relações positivas! Uma nova oportunidade, para que todos sejam ouvidos e para que todos possam ouvir, numa perspetiva de entendimento e reforço de competências. " Family trainer " (inspiração no personal trainer), num modelo aproximado de coaching familiar, parental e de casal! Com paixão!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: